Há poucas oportunidades para mudarmos verdadeiramente o mundo: ser Guardião do Brincar é uma delas. Permitir que as crianças voltem a brincar livremente na rua é contribuir para fazer a diferença: mais crianças felizes, mais famílias felizes, mais futuros adultos criativos, autónomos, ativos, saudáveis, resilientes, a saber agir em equipa. Tudo o que queremos afinal, não é? Simples, seguro e transformador. Depois de ver as crianças a brincar a sério, nunca mais queremos parar. Palavra de Guardião!

Queres ser Guardião do Brincar?

 O Guardião do Brincar é o voluntário que acompanha e zela pela segurança das crianças enquanto elas brincam na rua de forma não estruturada durante, pelo menos,  1 hora por semana, junto ao seu prédio ou rua/bairro.
Tens, pelo menos, 1 hora livre por semana?
O voluntariado é uma causa tua?
Estás disponível para mudar o mundo das crianças?
Inscrever-me
Depois do registo, candidata-te a Guardião em “tornar-me Guardião”.

Mudar o mundo das crianças, mesmo poucas de cada vez, é o que te inspira? 

A nós também. Estás no local certo!

No Brincar de Rua encontras a resposta para um voluntariado diferente para quem quer realmente mudar o
mundo, deixar uma pegada positiva, um legado na memória e coração das crianças. Nós damos-te a experiência
de mais de 30 000 horas de brincar, 600 adultos e 3 000 crianças, o apoio permanente de uma equipa técnica.

Tu? Só tens de querer fazer acontecer. 

ETAPAS

Podes ser Guardião do Brincar de 3 formas diferentes:

Entras no programa BdR com outro adulto voluntário que já conheces e formam logo uma Tribo/Grupo novo;

Entras numa Tribo/Grupo já formado e que conheças.

Entras sem Tribo/Grupo e damos-te as ferramentas para encontrares os outros membros.

Regista-te na nossa plataforma. app.brincarderua.pt

Inscreve-te como Guardião do Brincar.

Aguarda pela entrevista.

Faz o pedido do teu Certificado de Registo Criminal (a segurança é um dos pilares do programa).

Faz a curta formação online de Guardião do Brincar.

Aqui termina o papel principal do Brincar de Rua.

Daqui em diante, estaremos a apoiar-te, mas és tu que vais fazer acontecer na tua rua, bairro ou comunidade.

É simples:

Procura pelo menos mais um voluntário para Guardião – familiares, amigos, pais e mães de colegas de escola dos teus filhos, voluntários em associações locais, pessoas interventivas na comunidade – dá-lhes a conhecer o nosso Programa; Formem uma Tribo do Brincar com até 8 Brincadores (as tuas crianças, os vizinhos, familiares, amigos do bairro, colegas de escola).

Após o levantamento das restrições podem formar Grupos Comunitários do Brincar, com até 15 crianças. Vê na nossa plataforma se não há já Guardiões registados na tua comunidade, podes juntar-te a eles.

Nas Tribos do Brincar não há qualquer custo envolvido, uma vez que não há seguro de acidentes pessoais ou materiais fornecidos pelo Programa BdR. Nos Grupos Comunitários de Brincar os pais dos Brincadores pagam uma taxa anual de 40 euros para suportar despesas relacionadas com o seguro de acidentes pessoais e materiais fornecidos a cada grupo (kit de 1os socorros, coletes refletores para as crianças).Procura em conjunto com os outros Guardiões um local apropriado para fazerem a magia do brincar acontecer – a Zona do Brincar – pelo menos 1 vez por semana, sempre à mesma hora e local. Identifica os parceiros locais – a Junta de Freguesia, a Escola Segura a PSP, os cafés próximos – que podem apoiar a vossa Tribo/Grupo em caso de necessidade.

O que falta?

Irem brincar para a rua. O teu papel enquanto Guardião é comunicar com as famílias, zelar pela segurança das crianças nas sessões semanais, registar presenças na plataforma e comunicar ocorrências, mas acima de tudo, divertires-te enquanto proporcionas horas de brincar livre às crianças da tua comunidade. Mudar o mundo das crianças da tua comunidade, permitindo-lhes crescer de forma livre e saudável é mais fácil do que parece. Palavra de Guardião!

Enquanto isso o que faz a Equipa Técnica no Brincar de Rua?
O recrutamento de Guardiões, a formação contínua, facultamos os materiais de comunicação, apoio em todos os desafios que as tribos/grupos encontram até estarem em velocidade cruzeiro, ativamos seguros se necessário (apenas nos grupos) e facilitamos contactos institucionais.

TESTEMUNHOS
Guardiões do Brincar
"Gosto de crianças. Noto que cada vez mais as crianças se encontram "presas" às tecnologias, brincam e socializam cada vez menos umas com as outras. O brincar de Rua é uma mais-valia ao desenvolvimento cognitivo e emocional das crianças."
Joana Petronilho
GCB Leiria
"Adoro o projeto e revejo-me nele. Quero proporcionar esta oportunidade ao meu filho, mas ao mesmo tempo partilhar esta vivência com ele."
Rita Gomes
GCB Penha de França
"Até aos 8 anos vivi na cidade e consegui brincar na rua. Depois, já no campo, sempre brinquei na rua. O projeto é muito interessante e queria passar essas experiências às crianças."
Dinis Valentim
GCB Torres Vedras
Acho que é um projeto interessante. Cresci no campo a brincar na rua, contudo, a maioria das crianças não têm essa opção devido à vida agitada que os pais têm.
Susana Niza
GCB Torres Vedras
Além de gostar muito de crianças, queria fazer voluntariado. Além de que isso me permitiria desenvolver outras competências.
Adriana Policarpo
GCB Penha da França
previous arrow
next arrow
Slider

+ 200

GUARDIÕES DO BRINCAR

+ 47

Locais

+ 30 000

HORAS DO BRINCAR

Dúvidas?

Consulta as nossas FAQS ou contacta-nos.

Pronto/a para brincar?

Inscrever-me